A foliculite como normalmente conhecemos, aquela que ocorre depois da depilação, onde aparecem os pontinhos vermelhos deixando a pele irritada e com coceira, do ponto de vista médico não deveria ser assim denominada, pois o termo correto é Ceratose Pilar.

A Ceratose Pilar é ocasionada por uma resposta inflamatória a agressão praticada na pele da virilha e pernas das mulheres, bem como na barba dos homens, todos devido a depilação feita nessas regiões.

Seja qual for o tipo de depilação praticada, por lâminas, ceras ou fios, todas podem desencadear o surgimento de pequenas pústulas que podem surgir em pouca quantidade ou em maior quantidade, quando a inflamação é mais intensa.

Como evitar a Ceratose Pilar:

  • Uma das maneiras de prevenir a foliculite que normalmente conhecemos, é deixar a pele respirar, evitando usar roupas justas e de tecidos grossos, principalmente nos dias mais quentes;
  • Esfoliar a pele, no mínimo uma vez por semana e principalmente 5 dias antes da depilação, com esfoliante a base de sílica de arroz e ou microgranulos de polietileno. Ambas atitudes irão facilitar que os pelos desencravem ajudando na prevenção da Ceratose Pilar.
  • Antes de utilizar a gilete ou fazer a depilação, lave bem a pele com sabonete antisséptico para retirar resíduos de sujeira na pele e evitar a proliferação de bactérias que podem facilitar o surgimento da Ceratose Pilar.
  • A depilação acaba por agredir a pele, Então o ideal é que após o procedimento, utilize um cosmético calmante, a base de Camomila ou Aloe Vera, para fechar os poros da pele e hidratá-la. Pode ser um creme ou uma loção, desde que própria para uso pós depilatório e que você encontrará a venda em farmácias e lojas de cosméticos.
  • Evite passar na pele, cosméticos que contenham álcool na fórmula, pois também agridem e desidratam muito a pele após a depilação, pois como mencionei a cima, a pele precisa de um produto para acalmá-la e para fechar seus poros.
  • Em relação ao uso de lâminas para a depilação, evite a reutilização, o ideal é que sejam sempre novas, o que não dará margem para bactérias desencadearem a foliculite que normalmente conhecemos.
  • No caso da depilação com o uso de ceras, todo o manuseio do material deve ser feito com a prática de muita higiene a exemplo de mãos lavadas e com luvas de vinil; materiais descartáveis e no caso da utilização de pinças, essas devem ser de uso individual ou esterilizadas em autoclave, após cada depilação.

Todo esse cuidado reduzirá grandemente a Ceratose Pilar e os riscos de transmissão de outras doenças.

O que fazer para amenizar as Pústulas da Ceratose Pilar:

  • Use sabonete antisséptico ao menos uma vez ao dia;
  • Faça compressas mornas para promover a drenagem dos folículos afetados;
  • Evite a depilação com cera quente, pois ela facilita o encravamento dos pelos;
  • Evite roupas com tecidos que retém o suor.
  • Hidrate frequentemente a pele com produtos que contenham uréia na fórmula.

Para casos mais graves, o melhor é procurar um médico. E atente-se para o uso de muita higiene quando for se depilar, seja em casa ou com a sua esteticista de confiança.