As estrias são uma desordem estética que afeta principalmente mulheres no início da adolescência ou na fase de gravidez e também podem ser desencadeadas por problemas da obesidade, influência genética, uso de alguns medicamentos e devido a algumas doenças patológicas, como citei em Estrias – O Que São e Como Surgem?

Então, as estrias podem ter em milímetros até 30cm de extensão, podendo também variar na largura em milímetros até cerca de 3 a 6cm.

Como podem ser as estrias 2E inicialmente as estrias são avermelhadas, pois o processo se inicia no que se chama de fase inflamatória, quando a pele fica mais fina devido a menor produção de colágeno, e com prurido (coceira), apresentando uma lesão rubra, com aparência avermelhada devido ao rompimento das fibras da pele e ao seu redor ocorre um extravasamento de sangue, refletindo em um sutil hematoma e coloração alterada na pele.

Como podem ser as estriasEm segundo momento e após muitos dias, as estrias iniciais que ficaram avermelhadas, passam para a fase de degradação, adquirindo uma aparência esbranquiçada, denominada de estrias alba, ficando mais largas e com uma característica de atrofia com uma diminuição significativa de algumas funções celulares, a exemplo do rompimento das fibras elásticas e colágenas.

Então nessa fase, para indivíduos de pele clara, as estrias ficarão com uma cor branca a perolada, sendo que em pessoas com pele negra, geralmente as estrias terão uma cor mais escura que o tom de pele normal.

E em terceiro e último momento, acontece a fase de reparação em resposta à inflamação, sendo que a pele sintetizará novas fibras para substituir as que foram destruídas. Observando que essa reparação resultará em um tecido cicatricial mais fino, de diâmetro e volume menor, sendo que essa pele não será mais recuperada como era inicialmente.

O tratamento para as estrias é um desafio, pois quando estão na fase branca, já se caracterizou a reparação cicatricial, por isso é importante fazer o tratamento quando elas estão na faze vermelha.

Acesse também nossa postagem Colágeno e Sua Real Importância Para o Organismo e saiba também, como o colágeno é fundamental na estrutura de nossa pele.

Convido você a estar participando e interagindo comigo. Faça um comentário, ou sugira algo,  que assim que puder estarei lhe respondendo e tirando suas dúvidas.

Um Grande Abraço!

PEREIRA, Maria de Fátima Lima. Recursos Técnicos em Estética. São Caetano do Sul: Difusão Editora, 2013

Cosmiatria – Manual Dermatológico Farmacêutico. Guarapuava, 2006

LICHA, Heloísa Maria Elaine. Recursos Estéticos Aplicados aos Tratamentos Corporais. Londrina: UNOPAR, 2014