Para quem acha que os cabelos só servem como aliado estético está enganado, sua função vai além da estética, pois ele age como um isolante térmico, protegendo a cabeça das radiações solares e da abrasão mecânica.

Então vamos saber como ele é formado? Me acompanhe no texto abaixo e vamos descobrir juntos este processo de formação dos cabelos e quais seus tipos.

O fio de cabelo é formado em uma estrutura tubulada (como se fosse um tubo) chamada de folículo piloso. A pele estica para baixo, abrindo a microcavidade onde o cabelo é fabricado.

bulbo-capilar

O cabelo se divide em duas partes: A raiz parte que fica dentro da pele (folículo pilar) e o fio em si, que fica fora da pele (haste).

O folículo pilar é formado por dois elementos, o Bulbo Capilar e a Pápila Dérmica.

  • Bulbo capilar – as células que compõem o fio de cabelo são criadas dentro do bulbo capilar. Cada bulbo tem seu próprio ciclo de vida e de crescimento e contém a matriz germinativa, por isso que enquanto alguns fios crescem, outros começam a cair.
  • Pápila dérmica – capilares sanguíneos e fibroblastos é quem fornece os nutrientes que alimentam o bulbo capilar. Ela é que regula o ciclo de vida do cabelo.

A haste nada mais é que o fio de cabelo à cima do couro cabeludo, e é formada por três estruturas básicas, a medula a cutícula e o córtex.

  • medula-capilar A medula é a camada central e encontra-se no meio da fibra capilar, é formada por células anucleadas. Ela é a única fibra que está em contato com o bulbo e está presente somente em alguns tipos de cabelos, em geral somente os fios mais grossos a possuem.
  •  O córtex é a camada intermediária e é a principal estrutura do cabelo, e formado por células que possuem queratina, sendo responsável também por definir a forma, cor, resistência, elasticidade e força dos fios.
  • A cutícula é a camada externa, e age como se fosse uma estrutura protetora do cabelo, protegendo-o contra agressões externas (sol, chuva, poluição, ações dos pentes e escovas e produtos para cabelos, como coloração).

Em uma pessoa adulta a média é de 90 a 150.000 fios de cabelo no couro cabeludo, e crescem 1cm por mês. E é a forma do folículo que vai determinar o formato do cabelo. Exemplo: folículo redondo podendo ser crespos, lisos, ondulados e de várias cores.

foliculo-pilosoTodo folículo tem uma ou mais glândulas sebáceas, que liberam sebo. É a quantidade de liberação destas glândulas que vai qualificar o seu tipo de cabelo, como segue abaixo:

  • Cabelos normais – são aqueles em que as glândulas sebáceas liberam oleosidade suficiente para lubrificar fisiologicamente os cabelos. Apresenta pouca oleosidade na raiz e não tem as pontas ressecadas. A característica mais comum deste tipo de cabelo são os fios brilhantes, macios e desembaraçam facilmente.
  • Cabelos oleosos – como as glândulas sebáceas produzem uma oleosidade maior que a necessária, apresentam grande produção de sebo, deixando os fios pesados, finos e sem volume. A oleosidade fica concentrada principalmente na raiz do cabelo. Devido a alterações hormonais e estresse este problema pode ainda piorar. Outro fator que vem sendo apontado com frequência sobre a oleosidade é a queda de cabelo.
  • Cabelos Secos – apresentam algumas características como falta de brilho, ressecamento, quebra dos fios e sem vida. Isso porque a produção de gordura através das glândulas sebáceas são muito baixas. O ressecamento dos fios tende a aumentar devido ao uso frequente de chapinhas e secadores, piscinas e até em hábitos alimentares.
  • Cabelos mistos – são aqueles que apresentam as pontas secas e raiz oleosa. Eles contém excesso de glândulas sebáceas, mas sua oleosidade não consegue chegar até as pontas. Fatores externos também podem influenciar como, por coloração, exposição solar em excesso, chapinhas e uso de produtos inadequados.

Espero que tenha contribuído. E se restar alguma dúvida deixe uma pergunta ou uma sugestão, que assim que puder estarei lhe respondendo.