Decorrentes de uma distensão abrupta da pele, infelizmente as estrias não apresentam desaparecimento ou cura, mas sim melhora do aspecto, pois o tecido lesado não voltará mais a ser como era originalmente.

E com o propósito de melhorar a aparência dessa desordem estética é que foram criados alguns tratamentos para amenizar o problema de quem vive com isso.

Porém o fato de nos últimos tempos com o aumento de investimentos em tecnologia, mais o incentivo em pesquisas sobre o assunto, abriu-se um leque em possibilidades e diferentes maneiras de profissionais de estética, poderem estar oferecendo novos e eficazes tratamentos para melhorar a aparência inestética que a estrias causam.

Então, para você que está chegando agora ou que já está me acompanhando nessa série das estrias, lhe convido a continuar atentamente comigo, para que possa entender melhor sobre os atuais tratamentos oferecidos para amenizá-las.

COMO PODEM SER OS TRATAMENTOS DE ESTRIAS:

Existem alguns métodos de tratamentos, sendo com cosméticos, peelings, técnicas manuais ou com a utilização de aparelhos eletroterápicos. E especificamente sobre isso, para que eu não lhe sobrecarregue com tantas informações, assim que puder acesse: Como Tratar as Estrias? – Saiba Quais Sãos as Técnicas mais Utilizadas Atualmente!

Seja qual for o local que procure, uma clínica estética ou com a sua esteticista de confiança, saiba que um eficiente plano de tratamento, deve ser formulado de forma individual e específica para cada pessoa, com base em uma criteriosa avaliação e até mesmo com o preenchimento de uma ficha de anamnese.

Isso para que seja analisado com segurança que tipo de procedimentos poderão ser feitos no programa oferecido, respeitando as indicações e contraindicações e com base na faixa etária, sexo, cor da pele da pessoa, sensibilidade, flacidez, localização, cor e extensão das lesões, se em período gestacional, além de hábitos de alimentação, higiene e saúde, bem como histórico de doenças.

DURAÇÃO DO TRATAMENTO DE ESTRIAS:

O tempo de duração das sessões pode circundar entre 30 minutos à 1 hora, isso dependendo das técnicas a serem utilizadas.

E em média, muitos profissionais acabam por oferecer um itinerário de tratamento, inicialmente com sessões, que acontecem uma vez por semana por mais ou menos três meses, ou conforme a sensibilidade do cliente ao tratamento. Após, provavelmente será dado um intervalo nas sessões, que poderá ser em torno de trinta dias, isso devido a estesia provocada na pele, ou seja, a sensibilidade e resposta do estímulo causado nas lesões, até então.

Passado o intervalo, um novo plano de tratamento será elaborado, conforme as necessidades restantes da pele afetada, sendo que poderá ser feito, novas sessões com intervalos de até 15 dias entre cada procedimento.

Desconsiderando tudo isso, caso a técnica de tratamento escolhida seja por laser de CO2 fracionado, o intervalo mínimo recomendado, é de 30 dias entre cada aplicação.

PRIMEIROS RESULTADOS DO TRATAMENTO DE ESTRIAS:

Os resultados aparecem de forma gradativa e lenta, pois dependem da resposta orgânica de cada pessoa, sendo mais fácil de se obter resultados positivos nas estrias jovens que são avermelhadas, porque ainda possuem vascularização em detrimento das estrias mais antigas que são brancas, nacaradas ou albas.

Segundo Pereira (2013), a melhora em estrias recentes pode chegar a 90%, enquanto as albas e nacaradas chegam a 50% de recuperação.

Ao cliente, cabe toda a tarefa de seguir rigorosamente a todas as orientações de cuidados no dia a dia, fornecidas pelo profissional de estética, bem como evitar que a pele lesionada, durante o tratamento, fique exposta ao sol, pois isso poderá induzir a hiperpigmentação no local. A prática desses cuidados são importantes para o alcance de um melhor resultado.

Observando que a hiperpigmentação, pode deixar as estrias com uma coloração mais escura, com aspecto de manchas, o que resultaria em um sinal clínico mais difícil ainda de amenizar.

RECOMENDAÇÕES ANTES DE SE SUBMETER A UM TRATAMENTO DE ESTRIAS:

O importante, antes de realizar o tratamento, é estar certificando-se da formação e capacidade técnica do profissional escolhido, seja em consultório particular ou em clínicas e spas que fornecem o tratamento para as estrias.

Esses tratamentos podem ser realizados por profissionais habilitados na área estética e que atuam no ramo, a exemplo de esteticistas, fisioterapeutas, enfermeiras, biomédicos e médicos.

Isso por que algumas técnicas, devem ser aplicadas com muita cautela, devido a possibilidade de desencadear muita sensibilidade e hiperpigmentação local (manchas).

Acesse os demais artigos desta série, e fique por dentro de tudo sobre as estrias:

Como Prevenir as EstriasComo Podem ser as Estrias

Estrias, o que são e como surgem? Colágeno e a Sua Real Importância Para o Organismo

E lhe convido também a estar participando e interagindo comigo, sugerindo algo ou tirando suas dúvidas. Faça um comentário, que assim que puder lhe responderei!

Um grande abraço!

Cosmiatria – Manual Dermatológico Farmacêutico. Guarapuava, 2006

PEREIRA, Maria de Fátima Lima. Recursos Técnicos em Estética. São Caetano do Sul: Difusão Editora, 2013

LICHA, Heloísa Maria Elaine. Recursos Estéticos Aplicados aos Tratamentos Corporais. Londrina: UNOPAR, 2014